14.5.08

Fogueira das vaidades

Em homenagem ao Pitta, o maior contador de piadas

Mais uma matéria da folha sobre o interminável caso nardoni mas que vale a pena pela pérola que o delegado soltou durante a entrevista:


"O delegado Aldo Galiano Júnior, diretor do Decap (Departamento de Polícia Judiciária da Capital), disse que um dia após o crime a polícia já desconfiava da culpa do casal e pensou em prendê-los em flagrante. Galiano comparou a polícia às forças policiais britânica, portuguesa e à Interpol, que investigaram o desaparecimento da menina Madeleine McCann [nota: que ainda não foi encontrada...], no ano passado, em Portugal".

E são duas as pérolas:

1- Como se prende alguém em flagrante dias depois do cometimento do crime por mera suspeita? Agora liberou geral, o delegado ter um palpite virou um dos requisitos que permitem a prisão em flagrante...

2- A melhor é ver a Polícia Civil paulistana comparada à Interpol e à Scotland Yard. Tem uma piada que se parece bastante com a piada aí de cima:

"Naquele dia ensolarado, iria ser realizado o teste definitivo para dizer qual seria a melhor polícia do planeta. Os finalistas eram o FBI, a Scotland Yard e a policia militar do Rio de Janeiro.

O teste consistia no seguinte: um coelho seria solto na floresta. Cada uma das polícias, usando seus melhores métodos e pessoal, teria que achá-lo e trazê-lo de volta.

Quem fizesse isso em menor tempo, seria o vencedor.

Soltaram o coelho; por sorteio, o FBI foi designado para tentar primeiro.

Usando fotos de satélite, análise de DNA dos pelos encontrados, um cerco gigantesco à floresta tendo sido armado com 10 helicópteros e 100 agentes, o coelho foi capturado em 16 horas e 14 minutos.

Soltaram o coelho novamente, e lá foi a Scotland Yard na sua vez. Usando analistas de comportamento, psicólogos, estudiosos da psique coelhista, mais um batalhão de anti-bombas terroristas com óculos de visão noturna, armaram uma armadilha com uma coelha usando um passaporte irlandês falso e uma cenoura com sonífero. Capturaram o coelho em 14 horas, o que arrancou reações de espanto da comissão julgadora.

Mais uma vez soltaram o coelho, e a nossa valorosa PM foi mostrar serviço. Saíram numa veraneio 74, com os paralamas cheios de barro, os 4 pneus carecas e um pedaço de fio amarrando a tampa traseira (o fecho da tampa havia caído em 1982). Com 3 policiais com mais de meio corpo para fora das janelas da perua batendo nas portas com revólver 38 em punho, e em alta velocidade, adentraram na floresta.

Retornaram em 20 minutos, deixando atônitos os juízes, o FBI e a Scotland Yard. Abriram a tampa do camburão, e lá dentro estava um porco-espinho, cheio de hematomas, encolhido, que gritava:

- TÁ BOM, TÁ BOM, EU CONFESSO!! EU SOU O COELHO… PELO AMOR DE DEUS!! EU SOU O COELHO…"

Escrito ouvindo: Não Existe Pecado Ao Sul Do Equador (Chico buarque, Ao Vivo - Paris)

3 comments:

Tiago Souza disse...

Olá Pedro,

Tenho um site sobre Direito e Tecnologia, o endereõ TEMPORÁRIO do site é http://direitoti.phpnet.us/

Se puder, entre em contato comigo pelo email tiagosjdr@gmail.com

Queria propor uma parceria com o seu site.

Valeus =)

Renata disse...

hahahahaha oi Pedrinho, é a Renata (CRB)!! Muito boa!! Ah, eu entro no seu blog de vez em quando, viu? Pra aumentar o número de visitantes!! Beijinhos

SOFRIMENTO E APROVAÇÃO disse...

Cara muito bom!

Risos (muitos risos).......

"Saíram numa veraneio 74 (...)".

Muito bom, desculpa pela "atrasada".

Abraço.